Dr Paulino Souza Neto Vascular Surgery, Endovascular Surgery

Patologias » Arteriais » Aneurisma da Aorta

Aneurisma é a dilatação patológica de um vaso sanguíneo. Os mais frequentes são os arteriais por Aterosclerose, embora aneurismas venosos também ocorram principalmente nas safenas (quando muito doentes), e nas veias profundas (como a Poplítea e a Ilíaca).
Dentro de um vaso sanguíneo dilatado ocorre uma diminuição da velocidade do fluxo sanguíneo e, u aumento da pressão sobre a parede vascular. Como efeito destes fatos, as duas consequências d aneurisma são sua trombose (formação de coágulo no interior do vaso) e a ruptura (com sangramento).
Os tipos de complicações, assim como os sintomas inerentes, irão depender da localização do aneurisma. O aneurisma cerebral, por exemplo, tem como sintomas dor de cabeça súbita e sinais neurológicos variáveis de acordo com a sua localização.
Aqui iremos nos ater aos aneurismas de Aorta.
Os mais frequentes são os Aneurismas da Aorta Torácica, Aorta Abdominal, Ilíacas, Artérias Poplíteas e Carótidas.
Os aneurismas são dilatações formadas por todas as camadas da artéria, quais sejam a intima, a média e a adventícia. À semelhança de uma bexiga, quanto maior é o aneurisma, maior seu risco de ruptura. Para evitar complicações maiores, é necessária a correção destas patologias por meio de Cirurgia Aberta da Aorta ou Tratamento Endovascular da Aorta.
As técnicas ou tecnologias utilizadas para o tratamento dependem de condições do local de atendimento e das características específicas do Aneurisma, que devem ser avaliadas pelo médico.
Após análise adequada de todos estes fatores, podemos planejar qual a melhor estratégia terapêutica para cada indivíduo.
Como medida preventiva, o Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA) deve ser triado entre os 50 e 65 anos de idade.

Todos os direitos reservados ®