Dr Paulino Souza Neto Vascular Surgery, Endovascular Surgery

Saúde da Mulher » Congestão Venosa Pélvica

A Congestão Venosa Pélvica ocorre na maioria das vezes em mulheres e é manifesta por dores pélvicas crônicas, dores lombares baixas, cólicas menstruais intensas (dismenorréia), grande fluxo menstrual (menorragia) e dores profundas durante ou após a relação sexual (dispareunia de profundidade). Ocorre uma piora progressiva com o passar dos anos e com o número de gestações. Esta condição, além do óbvio desconforto, pode levar também a problemas conjugais.

Estas dores são devido à formação de varizes pélvicas que dificultam a drenagem do sangue dos órgãos nesta região.
A causa das varizes é diversa (Estenose de Veias Ilíacas, Trombose Venosa Profunda, Síndrome do quebra-nozes, Angiodisplasias, etc.) e deve ser avaliada em cada caso.
Com sua correção, as varizes imediatamente diminuem de calibre e cessam de imediato os sintomas. Outros, entretanto, necessitam a embolização de varizes pélvicas adicionalmente para que seus sintomas cessem.
Os sintomas das Varizes Pélvicas variam de acordo com a localização das mesmas, podendo ocorrer sintomas uterinos, vesicais, lombares e neurológicos em combinações ou separadamente.
A correta identificação da causa das varizes pélvicas é de fundamental importância para o sucesso do se tratamento.
Assim, após a adequada avaliação ginecológica, uma avaliação pormenorizada pelo Cirurgião Vascular é necessária.
Todos os direitos reservados ®