Dr Paulino Souza Neto Vascular Surgery, Endovascular Surgery

Tratamento Cirúrgico » Arterial » Endarterectomia de Carótida

A artéria Carótida Interna é responsável pela irrigação do cérebro. Sua estenose (estreitamento) leva privação de circulação sanguínea neste órgão, podendo causar déficit cognitivo, demência senil, ou mais freqüentemente, o Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI), conhecido como derrame.

Seu estreitamento pode ser resolvido através de Angioplastia de Carótida ou Endarterectomia de Carótida.

Nos casos onde há indicação de resolução cirúrgica da estenose de carótida, a mesma se dá por um incisão de aproximadamente 12 cm ao nível do pescoço, ao longo da borda anterior do músculo Esterno-cleido-mastoídeo. As artérias carótidas Comum, Externa e Interna são isoladas, e o fluxo em seu interior é temporariamente interrompido.

A artéria é então aberta e a placa no seu interior é retirada. A artéria é fechada com o uso de um “remendo” (Patch), com a finalidade de manter um diâmetro interno suficiente.

O fluxo assim é liberado e aguarda-se o despertar do paciente para avaliar sua condição neurológic imediatamente após o procedimento.

Estando o paciente bem, é encaminhado para a Unidade de Cuidados Intensivos, onde permanece so vigilância do ponto de vista neurológico, coronariano e metabólico.

O melhor tratamento para cada indivíduo deve ser personalizado, levando em conta diversos fatore técnicos e o desejo do paciente.

Todos os direitos reservados ®