Dr Paulino Souza Neto Vascular Surgery, Endovascular Surgery

Tratamento Cirúrgico » Venoso » Ligadura Endoscópica de Perfurantes

A Ligadura Subfascial Endoscópica de Veias Perfurantes (SEPS ? do inglês: Subfascial Endoscopic Perforators Surgery) é técnica utilizada para interromper o fluxo sanguíneo patológico através de veias pérfuro-comunicantes adoecidas.
O adoecimento das perfurantes pode até causar a Úlcera Venosa, grau máximo da Insuficiência Venosa Crônica.
Esta cirurgia é minimamente invasiva, realizada de forma semelhante à cirurgia para a retirada da Vesícula Biliar (Colecistectomia).
Para tanto se inserem 2 Trocarteres no espaço entre o músculo e sua capa (denominada fáscia muscular).
Através de um insere-se uma ótica atrelada a equipamento de vídeo que transmite a imagem ampliada para um monitor, e através de outro se insere o instrumental necessário para a interrupção do fluxo e corte das veias adoecidas. 
A cirurgia, por discorrer abaixo da capa do músculo, é ideal para tratar portadores de úlceras venosas abertas onde as perfurantes incompetentes têm papel crucial na sua formação.
Ao término da cirurgia, os Trocarteres são retirados e as incisões de 0,5 e 1,0 cm são suturadas.
Perfurantes associadas até o grau 4 (CEAP) podem ser abordadas por cirurgia direta.
Esta técnica, por diminuir a eficiência da bomba venosa, deve ser utilizada apenas em casos mais graves co indicação precisa fundamentada no quadro clínico e na experiência do Cirurgião Vascular.
Todos os direitos reservados ®